UNIDADES

Parceiros



30/10/2017

Pesquisar preços antes de comprar materiais de construção pode gerar economia de mais de 70%

A construção civil é um setor de grande importância para a economia brasileira e, no país, em 80% das residências produzidas, os proprietários colocam a mão na massa e atuam desde a aquisição de materiais até o acompanhamento diário da obra. Para não gastar mais do que o necessário, é preciso estar atento. Um levantamento realizado pela ferramenta digital PraConstruir no mês de setembro, em que foram analisadas 95 lojas, mostrou que a economia pode ultrapassar os 70% dependendo do estabelecimento onde os materiais são comprados.

No caso do tijolo bloquinho (com medidas de 11,5cm X 14,24cm), os preços variam entre R$ 0,37 e R$ 1,39, o que pode representar uma economia de 74% quando a escolha é pela primeira opção. O preço do metro cúbico da areia brita oscila entre R$ 65 e R$ 200, o que pode possibilitar uma contenção de 68%. Quanto ao metro cúbico da areia média, a escolha pela opção de R$ 70 representaria uma economia de 68% frente à possibilidade mais cara, de R$ 195.

"Com variações tão significativas, é fundamental que as pessoas que estão construindo ou reformando suas residências pesquisem preços. E hoje há a possibilidade de se fazer orçamentos e acompanhar todo o processo via internet, sem sair de casa", afirma Lucas Retondo, sócio do PraConstruir.

A plataforma digital tem como objetivo conectar os proprietários dos imóveis em construção ou reforma, com as lojas de materiais de construção.

"Por meio da ferramenta é possível solicitar orçamentos para vários fornecedores e comparar as cotações de forma fácil e ágil. Além disso, os consumidores podem negociar e fazer os pedidos de compras direto com as lojas pelo site ou celular. Há ainda otimizadores que ajudam o cliente a criar o pedido com o menor custo, melhor avaliação ou menor quantidade de fornecedores", explica Retondo.

MAIS FACILIDADE - Na opinião do coordenador dos programas de pós-graduação em Marketing Digital e E-Commerce, Gestão da Comunicação em Mídias Digitais e Gestão da Comunicação Integrada do Senac Piracicaba, Fabiano Pereira, o advento de ferramentas digitais como o PraConstruir facilitou a vida das pessoas.

"Anteriormente, a capacidade de o cidadão procurar melhores alternativas de preços, prazos de pagamento e prazos de entrega dependia diretamente de quanto tempo ele poderia dispor para 'bater pernas' e pesquisar, negociar. Com o advento da internet e de ferramentas como essa, o poder de negociação do cidadão se amplia exponencialmente", afirma o especialista.

"Em um tempo em que a vida é muito mais corrida e conseqüentemente há menos tempo para pesquisar e buscar melhores opções de fornecimento, essas ferramentas são grandes aliadas no processo de escolha, compra e até mesmo avaliação dos produtos e serviços adquiridos. Quem ganha, sem dúvida, é o consumidor, que fica mais informado e com mais possibilidades", completa Pereira.

 

Original, Terra.com.br



« Voltar


Copyright © 2011 - 2013 - Cicalfer DESAFIO